sábado, 3 de novembro de 2007

tcc

esses trabalhos de conclusão me levam à conclusão de que o cão is on the road em uma pusta estrada sem "v"de volta.

as digitadas frenéticas conduzem aos mais variados estados de espírito, e, acaso tivesse a oportunidade de fazer comparações libertinas, a um belo arco-íris essa compulsória lisergia eu o faria...

ah, os matizes são os mais variados. só que ao invés de cores em gradação, há espécies patológicas de regressão: surtos psicóticos, ânsias de vômitos, falta de sono, abstinência vital e todos os demais signos linguísticos com a terminologia " al"...

olhares esgazeados ao infinito, risos confundidos com choros, unhas sabuguentas atoradas por dentes em eterno arranque, enfim, uma vasta mistura riquíssima de um jamais vivido gênero mental aniquilatório.



em suma: marionete entrando pro sistema.


4 comentários:

Anônimo disse...

tcc?
ah, tá, Tomando no Cu, Certo.

Anônimo disse...

Tá Certa, Comadre!



m

;)

Enio Sam disse...

Tu-é-um-feto, babe.

O melhor está por vir. E o melhor também está aqui e agora.

Bacci.

=^D

Ane Minuzzo disse...

Eta que esses dias que faltam parecem anos, hã?
E dá-lhe renew pra gente aportar em terras balzaquianas.
Bah. Se a noção de tempo está subvertida, eu tinha direito de viver a adolescencia até os 70.

tá. é segunda. bad mood.
mas é mais uma incompreensão que não desinstala feito vírus junkie, sabes?

traga-me um copo d'agua tenho sede.