segunda-feira, 10 de setembro de 2007


5 comentários:

mariana nisemblat disse...

http://i73.photobucket.com/albums/i222/marianaut/colao.jpg

Anônimo disse...

o feudo me perde, eu perco o feudo e tudo se perde. e, no final das contas, todos se perdem de si.

o único problema da f....lândia é que necessário é seguir moldes. moldes de revista "corte e costura", molde do universo feminino programado para ser o que já se é : ao estilo revista caras, lidas dentro do livro de Dostoiévsky por boca ledoras besuntadas de um gloss purpurinado.

devo muito ao templo. mas sei lá, sinto fogueiras, sinto mundinhos, panelas, modorras e carteiraço por senhores do tempo. posso estar enganada, ou apenas ligeiramente, mas a real é que aquele maquiado mundo trabalhador-assalariado me mata. aquelas mulheres me matam. aqueles assuntos me matam, todos os dias, tal sorinho no catéter a gotejar na cabeça do louco.



m

Anônimo disse...

cara...


tu não muda, rebelius girl.

Anônimo disse...

mas c-laro que eu mudo.
eu mudo.

eu calo.

eu?







loca.



hummmmmmmmmmmmmmmmmmm




m

Anônimo disse...

a incredulidade com a passagem do tempo me leva a criar coisinhas fofas.


m



http://www.slide.com/r/ELUB_5T22z99XQ6V-UfLgCKpvS41V6xb?previous_view=mscd_embedded_url&view=original